Inglês Para Iniciantes – 7 Dicas Para Aprender Mais Facilmente


Ensinar inglês para iniciantes é desafiador para qualquer um. Não importa qual o seu passado ou seu nível de experiência, você vai se deparar com desafios constantes ao ensinar outra língua para alguém. Assim como no caso de outras matérias, você verá que cada aluno aprende de um jeito. Ao mesmo tempo, dependendo da língua materna de cada um, você enfrentará dificuldades próprias para aquela língua. No entanto, com um pouco de trabalho e conhecimento, você pode adquirir as habilidades necessárias para ensinar inglês para iniciantes.

 

Inglês para iniciantes – Ensinando o básico

 

Inglês para iniciantes

 

1# – Comece com o alfabeto e os números

 

As primeiras coisas que se deve ensinar são as letras e os números. Com elas, você dará as bases para todos os outros tópicos que os alunos aprenderão.

  • Faça os estudantes aprenderem o alfabeto até certo ponto. Você pode começar no “a” e ir até o “m”, se quiser. O estudo do alfabeto deve ser completado em um ritmo confortável para ambos. A chave é exigir dos alunos, mas não demais.
  • Peça para que eles trabalhem com os números. Assim como no caso das letras, vá avançando dependendo da capacidade de cada um. Faça uma planilha na qual seja possível praticar as letras e os números.
  • Use cartões com uma palavra que comece com cada letra do alfabeto para reforçar a lição.
  • Aprender o alfabeto americano pode ser mais fácil para os falantes cuja língua nativa usa o alfabeto latino.

 

#2 – Ensine a pronúncia, principalmente os sons difíceis

 

É muito importante ensinar a pronúncia ao ensinar inglês. Concentre-se nos sons mais difíceis para os estudantes, como:

  • O “TH”: o “TH” de “theater” ou “thing” não existe em várias línguas. Portanto, ele é um tanto complicado para alguns estudantes, como aqueles cuja língua nativa é românica ou eslava, aprenderem.
  • O “R”: o “R” também é difícil para muitos iniciantes por vários motivos, incluindo o fato de que é pronunciado de uma maneira diferente dependendo dos dialetos regionais.
  • O “L”: esse som é difícil para os que falam línguas asiáticas. Se esse for o caso dos seus alunos, passe um tempo a mais trabalhando nele.

 

#3 – Ensine substantivos

 

Depois do alfabeto e dos números, passe para os substantivos. Eles estarão entre as coisas mais fáceis de se ensinar, pois seus alunos poderão olhar para tudo o que está ao redor deles como possíveis coisas para se aprender.

  • Comece com os objetos comuns da sala de aula.
  • Siga para objetos comuns na cidade. Bons exemplos são: “car”, “house”, “tree”, “road” e outros.
  • Continue para os objetos usados no dia a dia como alimentos, eletrônicos e outros.

 

4# – Ensine os verbos e os adjetivos

 

O passo seguinte após os substantivos é seguir para os verbos e os adjetivos. Com eles, os estudantes avançarão no processo que os permitirá falar e escrever frases completas em inglês.

  • Os adjetivos modificam ou descrevem outras palavras. Exemplos são: “wild”, “silly”, “troubled” e “agreeable”.
  • Os verbos descrevem uma ação. Exemplos são: “to speak”, “to talk” e “to pronounce”.
  • Você precisará deixar clara a diferença entre verbos e adjetivos. Sem saber como eles funcionam, os alunos não conseguirão falar ou formar frases.
  • Passe um tempo a mais nos verbos irregulares. A palavra “go” é um ótimo exemplo de um verbo irregular difícil do inglês. O pretérito de “go” é “went.” O futuro de “go” torna-se “gone”.

 

#5 – Explique os tempos verbais e os artigos

 

Depois de ensinar os substantivos, verbos e adjetivos, você precisará passar para os tempos verbais e os artigos. Sem entender como usar o tempo correto e onde colocar os artigos, não será possível montar frases completas.

  • Os tempos verbais explicam quando algo ocorreu. Explique o pretérito, o presente e o futuro.
  • Os artigos são adjetivos que fornecem informações extras a respeito de um substantivo. Eles incluem “a”, “an” e “the”.
  • Os alunos precisam dominar os tempos e os artigos, pois eles são essenciais na habilidade de construir frases e de falar corretamente.

 

#6 – Pratique as expressões

 

Uma ótima maneira de ensinar inglês é encorajando os iniciantes a praticarem e a usarem frases comuns. Elas são importantes, já que seus alunos não entenderão o significado de muitas delas se ficarem dependendo apenas do sentido literal das palavras.

  • Peça que os estudantes repitam as frases e as usem até que se sintam confortáveis para colocá-las em uma conversa.
  • Comece com algumas sentenças comuns, como: “never mind”, “no doubt” ou “make believe”.
  • Forneça aos alunos uma lista de expressões com as quais trabalhar.

 

#7 – Ensine a construção básica de frases

 

Depois de passar pelo alfabeto, verbos e mais, você deve começar a ensinar a estrutura básica das sentenças aos alunos. Ela será a base para a habilidade de escrita deles e também vai ajudá-los a ler. Ensine os cinco padrões básicos que as frases em inglês seguem:

  • Sujeito-verbo:o sujeito dessas sentenças é seguido por um verbo. Por exemplo: “The dog runs”.
  • Sujeito-verbo-objeto:tais frases têm o sujeito primeiro, seguido por um verbo e um objeto do verbo. Por exemplo: “John eats pizza”.
  • Sujeito-verbo-adjetivo:elas têm o sujeito primeiro, um verbo e depois um adjetivo. Por exemplo: “The puppy is cute”.
  • Sujeito-verbo-advérbio:tais frases têm o sujeito, o verbo e um advérbio. Por exemplo: “The lion is there”.
  • Sujeito-verbo-substantivo:tais sentenças têm um sujeito, um verbo e terminam com um adjetivo. Por exemplo: “Emmanuel is a philosopher.

Uma ótima alternativa para de inglês para iniciantes, trata-se o Curso de Inglês do Jerry. Você irá aprender inglês de forma rápida e fácil, não deixe de conferir.

 

LEAVE A COMMENT